Pare de se comparar com as outras pessoas.
Isso simplesmente não tem cabimento.
Cada um vive uma história diferente.
E cada ser humano está em um momento.
Por isso tome muito cuidado
quando tiver comparado
a sua vida com a de alguém.
Pois se olhar no espelho ao acordar de manhã
e tentar se igualar a alguém no Instagram
não faz sentido e nem bem pra ninguém.

Quase sempre a gente tá desse jeito,
todo dia passamos algo assim:
pensar que deveríamos ter chegado mais longe,
focar mais no que estiver ruim.
Eu também fiz muito disso,
quase se tornou um vício
não me enxergar com amor.
Mas uma lição espetacular
que aprendi sobre me amar
foi não comparar o palco do outro com o meu bastidor.

Eu sei, a gente quer sempre mais.
E quando consegue, quer mais um pouco.
Por isso aprendi a valorizar cada conquista
pra esse desejo não me deixar louco.
Pra não cair no engano
sempre olho pra trás um ano
e vejo o que fiz de lá pra cá.
Quando cada passo parece pequeno
o que sempre me deixa sereno
é ver tudo que já consegui caminhar.

Exigir muito de si
é às vezes até saudável.
Afinal quem se acomoda
não cresce, é inevitável.
Mas tudo que é demais é ruim.
Com o “de menos” também é assim.
Então como viver “suave”?
Não é fácil, mas foi o que fiz:
pra viver bem mais feliz,
o equilíbrio é a chave.

Até onde dá pra chegar
querendo ter a vida de outra pessoa?
Até quando dá pra aguentar
uma disputa por uma “coroa”
onde a conquista é ser feliz
baseado no que o outro quis
e a gente só quis ter igual?
Dai que vem o problema de verdade:
comparar a sua realidade
com o que a pessoa posta em rede social.

Quem é seu modelo de felicidade
será que está feliz pra valer?
Será que venceu na vida
quem é o seu exemplo de vencer?
Por essas e outras eu digo:
se resolve primeiro contigo,
decide o que você quer na real.
Descobre o que te satisfaz,
senão você vai viver correndo atrás
de algo que no fim te faz mal.

O que é felicidade
pra alguém como você?
É ter casa, ter dinheiro
é ter algo pra comer?
É viajar e ser livre
ou encontrar o amor?
É se tornar milionário
ou simplesmente ter valor?

Veja, é o que eu sempre falo.
Pra mim felicidade é uma coisa.
Pra você é outra bem diferente.
E pra aquela pessoa que a gente se compara
pode ser algo que nem passa na nossa mente.
Então do que adianta seguir nessa dança
como se a gente fosse criança
querendo o brinquedo do amiguinho?
Se compara somente contigo.
E lembra que o único inimigo
são as pedras no seu caminho.

Paulinho Rahs