Eu já fui quebrado ao meio centenas de vezes. Por amores, por amigos, por derrotas, por frustrações. Eu já perdi tanto que achei que nunca ia ganhar de novo. Mas o que fez eu me recuperar e dar a volta por cima foi uma única coisa: eu nunca deixei de acreditar.

Eu nunca deixei de acreditar em mim, na minha vitória. Eu nunca deixei de acreditar em Deus e que a fase ruim ia passar. E por ter mantido a minha fé intacta que um dia tudo ia melhorar, eu acabei conseguindo as coisas que eu queria. Crer fez toda a diferença.

Eu nunca vou me esquecer das quedas e das cicatrizes. Teve um tempo da minha vida que eu achei que jamais ia ser capaz de voltar a confiar novamente pelo tanto de vezes que me decepcionaram. Às vezes pessoas confusas deixam pessoas incríveis achando que não valem nada.

Realmente, tem gente que passa na nossa vida apenas pra nos jogar pra baixo. Só que eu aprendi que mesmo essas pessoas são excelentes pro nosso crescimento. Por ter convivido com aqueles que só me fizeram mal, consegui entender que confiança é um presente raro e que não se deve dar pra qualquer um.

Descobri que o mundo tá cheio de gente, mas nem todo mundo é igual a gente. Nem todo mundo tá aí pra viver bem, fazendo o bem e ser feliz. E por ter me aproximado de pessoas que estavam prontas pra me apunhalar pelas costas, pude descobrir que olhar no olho e falar a verdade é uma qualidade que poucos tem.

Hoje eu busco nas pessoas apenas honestidade. O resto é acessório. Amigos, amores, paixões, colegas, sei lá. Qualquer pessoa que eu me aproxime, não espero nada além de franqueza. Eu tolero qualquer defeito, só não aceito mentira.

E por fim, meu aprendizado:

As vezes que eu perdi me ensinaram mais do que as que eu ganhei.
Muitas vezes aqueles que julgamos ser as melhores pessoas na nossa vida pode ser que nem falem mais com a gente daqui um ano ou dois.
E a mais maluca e verdadeira coisa: ter o coração partido me fez bem.

Paulinho Rahs