Agora é fácil falar. Te chamar no Whatsapp quando eu bebo uns goles a mais, aquela típica atitude egoísta minha, dizer um monte de coisa sobre o que poderíamos ter feito, dizer covardemente que não posso mais curtir tuas fotos no Insta, embora eu saiba a legenda de todas elas.

Agora é fácil ficar me vitimizando, dizendo que a culpa não foi minha e que se você tivesse agido diferente naquelas semanas decisivas hoje talvez estaríamos juntos. Que atitude mesquinha não é mesmo? Ou pior: que falta de atitude. Por isso hoje eu acordei decidido a ser homem de verdade, de palavra, de integridade. E agora estou escrevendo, dentro desse quarto onde vivemos a maior parte da nossa história – os momentos mais intensos, pelo menos – uma carta endereçada pra ti. Minhas músicas, meus textos, minhas histórias têm muitas musas diferentes. Algumas são reais, algumas pura ficção, a maioria delas uma mistura das duas coisas. Mas essas palavras aqui não são pra ninguém mais, apenas pra única pessoa que merece uma explicação mais justa da grande injustiça que eu cometi com a nossa história.

Quero que saiba que os últimos dias foram complicados pra mim. Até bebi mais do que deveria, fiz fiasco, fiz cena, fiz um monte de covardia. Você tem mexido comigo, eu senti muito ciúmes embora saiba que você teve a honra de esconder o seu. Eu não tive. Estou aqui assumindo meus erros e pela primeira vez me dirigindo a você com apenas a verdade e não um monte de explicações fajutas e cantadas baratas. Apenas a verdade.

Eu fiz inúmeras escolhas. Quando te ganhei a primeira vez, quando te perdi a primeira vez. Quando lhe beijei e não podíamos ter feito. Quando me entreguei a outra pessoa sob sua plena consciência. De uns tempos pra cá eu vi o quanto você foi importante e ainda é. Hoje, pode acreditar no que eu digo, fico imaginando você sendo a rainha do meu castelo e como isso pode um dia dar certo. Fico imaginando você nas fotos do mural aqui de casa, conversando com a minha mãe. Juro que de umas semanas pra cá penso nisso diariamente. Por isso deixo aqui as coisas bem claras e te faço um pedido, embora eu não tenha moral nenhuma pra lhe pedir nada, aceite minha solicitação se você no fundo achar que minhas próximas palavras têm verdade impregnada:

Vou parar de lamentar o que aconteceu. Ainda tenho esperança em nós dois. Não preciso que me espere, o destino se encarrega de tudo e você sabe bem disso. Embora isso pareça estranho, tente entender: você foi o amor que nunca me pertenceu. Você representa aquele alguém que vai me pertencer quando eu estiver pronto pra isso; pronto pra estar a altura da pessoa que você sempre foi comigo. Já me provou que é a pessoa mais diferente e poderosa sobre meu coração. Porém só peço que não perca o encanto que você tem pra mim: continue sendo um misterioso sorriso de conto de fadas.

Um dia tudo vai dar certo.

 

Paulinho Rahs

Me siga nas redes: Instagram | Facebook | Snapchat: @PaulinhoRahs

Anúncios