Busca

Paulinho Rahs

@PaulinhoRahs

Tag

amor próprio

Não esquece de se amar

Quando foi a última vez
que você se elogiou?
Que fez algo e pensou:
– bom trabalho! está bem feito!

Se faz tempo, toma jeito.
Não se maltrate tanto assim.
Não exija de você
como se tudo que fizesse, fosse ruim.

Continuar lendo “Não esquece de se amar”

Você mente

Você fica magoado
quando mentem pra você.
Mas agora deixa eu entender:
por que você não sente a mesma coisa
pelas mentiras que você conta
todos os dias a si mesmo?

Continuar lendo “Você mente”

Os outros vem só depois

Repita depois de mim:

Eu nunca mais vou permitir ninguém
fazer com que eu me sinta insuficiente.

Eu vou sempre me colocar na frente.
Os outros vem só depois.

Continuar lendo “Os outros vem só depois”

Ato de amor próprio

Quem importa pra você
será que se importa com você?

Continuar lendo “Ato de amor próprio”

Você não precisa de aprovação

Sempre que a gente busca a aprovação
o carinho ou a atenção
de alguém – mas que nunca vem,
vale a pena parar,
pensar e se perguntar:
eu preciso mesmo disso?

Eu preciso ficar submisso
e deixar a minha felicidade
condicionada a ação de outra pessoa?

Continuar lendo “Você não precisa de aprovação”

Você gostaria de ser outra pessoa?

 

Leia ao som de Vegas Lights

Vamo lá. Se você pudesse ser outra pessoa, como você seria?
Não tô falando de ser um artista milionário ou um cantor famoso.
Não.
Tô falando de ser uma outra versão sua. A melhor possível. O que você mudaria? A cor do cabelo ou quem sabe o corpo? Faria uma porção de tatuagens ou escolheria outra profissão? Quantos traços de personalidade poderiam ser diferentes se a gente tivesse tomado outros caminhos e feito outras escolhas. Por que será que parece sempre que uma vida diferente seria melhor? Continuar lendo “Você gostaria de ser outra pessoa?”

O dia em que comecei a me amar com todas as minhas forças

Hoje eu acordei mais cedo que o normal. Lavei as mãos, lavei o rosto, e, ao me olhar no espelho, me deparei com uma imagem que não via há muito tempo. Era eu do outro lado, obviamente, mas eu estava diferente, como se soubesse, em sonho, que aquele dia fosse mudar o rumo da minha vida, como se soubesse que eu não havia levantado mais cedo por acaso.

Continuar lendo “O dia em que comecei a me amar com todas as minhas forças”

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑