Quando foi a última vez
que você se elogiou?
Que fez algo e pensou:
– bom trabalho! está bem feito!

Se faz tempo, toma jeito.
Não se maltrate tanto assim.
Não exija de você
como se tudo que fizesse, fosse ruim.

Você trataria um amigo
da mesma forma que você é contigo?
Você trataria a sua mãe
da forma que trata a si mesmo?

Permita-se errar e entenda a sua evolução.
Respeite o seu próprio tempo
e saiba que não tem problema em ir devagar.
O mais importante é estar indo,
mas enquanto for, não esquece de se amar.

Paulinho Rahs