Tem coisas que a gente olha
e na mesma hora já pensa:
tá bom demais pra ser verdade…

Quando te dão tapinha nas costas,
te falam que cê tá indo bem.
Se ele te faz mil promessas
mas só te quer quando convém.
Se ela mexe no cabelo
e acena com o olhar também.
Tudo parece estar no caminho,
e a gente só quer carinho.
E no fim paga bem caro o preço da ingenuidade.
Quando parei pra pensar um pouquinho:
tava bom demais pra ser verdade.

Quando eu te conheci,
quando o papo tava fluindo.
Enquanto eu falava algo
e te olhava e te via sorrindo.
A conversa que ia bem
na internet ou no barzinho.
Você parecia ter interesse e muita vontade.
Opa, mas peraí um pouquinho:
tava bom demais pra ser verdade.

Quantas vezes eu já vivi
exatamente a mesma cena:
tá tudo dando tão certo
que a certeza fica plena:
vai rolar, bateu a química.
Hoje que eu não fico sozinho.
Mas saber ler as pessoas é uma grande habilidade.
Parei, pensei um pouquinho:
tava bom demais pra ser verdade.

Logo eu que sou um otimista,
acredito que tudo vai funcionar.
Mas já quebrei a cara tantas vezes
que resolvi me vacinar.

Se a grama do vizinho
em vez de mais verde, está em igualdade.
Opa, pera aí um pouquinho:
isso é bom demais pra ser verdade.

Não se iluda, amiguinho
com quem te diz: você é minha prioridade.
Vale sempre se perguntar
se não tá bom demais pra ser verdade.

Não quero ser repetitivo,
nem ficar me alongando.
Mas vai dizer que não é real:
quando eu vi, já tava chorando.

Me senti um cavaquinho
no pagode da verdade,
já vivi isso tomando um vinho
misturado com realidade.
Pedi um chopp com colarinho
e um tira gosto de sinceridade.
Sempre achei que eu era bom, o melhor, o mais bonitinho.
Engoli tudo isso sozinho, numa ressaca de vaidade.
Perdi tudo quanto foi jogo:
de sedução, de carinho,
de amor e até de amizade.
Mil vezes caí do cavalinho
e perdi a pose da futilidade.

Ganhar todas não é pra mim,
Por isso cheguei na minha idade
com essa necessidade:
tive que aprender rapidinho.
Quando tudo tá indo muito bem, não me iludo com ninguém.
Opa, peraí um pouquinho:
tá bom demais pra ser verdade…

Paulinho Rahs