Para ler ao som de Gratidão.

Conheço poucas pessoas tão controversas quanto eu. Conheço muitas que queriam ter as oportunidades que eu tenho. Desconheço qualquer uma que tenha tantas chances de recomeços como a pessoa que vejo no espelho. Depois de todo esse tempo, eu continuo de pé. Agora, como diz a canção, me voltou a fé. Eu andei completamente perdido. Fiz burradas que tempos atrás eu jamais imaginei que seria capaz. Ações que nunca pensei sequer ter a coragem de executar. Errar sem um pingo de misericórdia, desconstruir completamente a imagem que quis tanto ter.

Se eu não tivesse meu amor comigo, tudo seria diferente. Quem me estendeu a mão enquanto eu estava completamente sem rumo e solitário foi a única pessoa pela qual eu devo mais do que tudo. Meu amor foi paciente e teve um carinho, um zelo por mim, que eu não sei se eu mesmo teria. Sabe quando a gente se dá por conta que talvez nem mereça uma pessoa tão boa assim conosco? Quando a gente se afunda na lama e vem alguém rodeado de luzes brancas para nos tirar de lá… Dá até um receio de sujar a pessoa e você nota que ela não está nem aí se vai se sujar por sua causa. Ela está ali apenas para lhe proteger, lhe oferecer amor puro e sincero, lhe perdoar pelos seus erros, lhe ajudar a se tornar alguém melhor.

Sorte tem quem encontra alguém assim. Eu encontrei. E ultimamente só consigo pensar em mim mesmo e me ver como a pessoa mais sortuda do planeta. Tenho quase certeza que não sou bom o suficiente para ter essa pessoa comigo. Poder chamá-la de amor, poder lhe conhecer de maneiras que muitos apenas sonham em conseguir. Felizes aqueles que sabem reconhecer e aproveitar quando a vida lhes presenteia com algo desta magnitude. Eu ainda estou aprendendo. Dupla sorte: tive tempo, recebi perdão, sigo com ela. Só que sorte não existe, eu mesmo já disse. Contudo em horas assim não consigo ver isso como algo diferente. Merecimento? Duvido que eu tivesse. Mas já que fui agraciado com a insistência do meu amor neste ser tão imperfeito que sou, fico na doce obrigação de retribuir. Se hoje sou alguém que cresceu, é por causa do meu amor. Eu me tornei outra pessoa e devo tudo a pessoa que me acolheu.

Sozinho eu não ia conseguir. Você mostrou o caminho por onde dava pra ir, me ajudou a levantar depois de eu cair. Por isso fiz essas palavras aqui chegarem até você: parece bobagem, mas é gratidão.

 

Paulinho Rahs

Anúncios