Entre todas as inesperadas coisas que passaram pela minha vida nesse último ano, não tenho dúvida que você foi a mais relevante delas. Amar é uma porção de coisas estranhas misturadas com outras que não podem ser explicadas: você trouxe a perfeita fusão entre esses elementos. Trouxe calmaria nos meus dias de tempestade e pintou de verde esperança toda aquela fumaça cinza que cegava meus olhos. Entre a chuva dos dias negros e o pôr do sol que se apresenta surpreendentemente no final das tardes, encontro na sua face o arco-íris incrível de puro encanto. E o tal pote de ouro após percorrer toda a sua extensão são seus lábios em tom carmim.

Falando em cores, não posso deixar de mencionar seus olhos. Porém não vou, aqui, me repetir em palavras sobre a magnitude atraente da sua coloração, não; aproveito a atenção que você deu a mensagem que te mandei com um aviso de “lê até o final” para explicar um pouquinho do quanto gosto de ti. Você é a pessoa mais doce do mundo. Vivo numa controversa indecisão – e reconheço meu egoísmo subentendido nisso -, pois ao mesmo tempo em que acho que todo mundo deveria te conhecer, eu te quero só pra mim. Todas as pessoas deveriam ter a oportunidade de ver o quão surreal é viver ao teu lado, o quanto você me mudou pra melhor. Só que se isso acontecesse de verdade, quem me acordaria de manhã com um bom humor contagiante, me elevando à potências inalcançáveis de alegria? Deixa assim, azar do mundo. Eu te tenho só pra mim. Sorte a minha, sorte a nossa: também vou retribuir isso tudo te fazendo muito feliz. A pessoa mais feliz do mundo, ou, pelo menos, a mais feliz que eu possa fazer.

Pessoas fazem promessa o tempo inteiro, cumprem pouco e falam muito. Não quero parecer pra você que sou desse tipo. Posso passar a impressão, dizendo assim tanta coisa, de que é puro fogo de palha esse amor louco que estou sentindo. Mas não se engane pensando que isso é passageiro; existe um tipo de sentimento que quando vem, fica. Que quando é sentido, não pode ser pensado. Que quando bate no peito, explode o coração e transforma singular em plural. E eu já não penso em mim sem colocar o primeiro pronome do plural na frente das coisas.

Eu gosto de ir direto ao assunto e com você não vai ser diferente. Vou ser bem óbvio e direto pra completar o que eu quero dizer. Eu te amo muito mais do que você pode imaginar. Então deita aqui na minha cama, fica mais um pouco. Te ofereço meu ombro, um fim de semana de carinho, uma vida de cuidados. Existe uma grande possibilidade de isso acontecer: no mínimo os meus 50%. Traz a tua metade e completa nosso caminho.

 

Paulinho Rahs

Me siga nas redes: Instagram | Facebook | Snapchat: @PaulinhoRahs

Anúncios