É só quando a gente faz tudo errado e passa por aquela “ressaca” pós excessos que a gente consegue dar valor a estar bem e agindo corretamente. Vez que outra eu erro mesmo. Mas tenho errado cada vez menos.

Continuar lendo “Sobre erros, passado e mudança”