Se você estiver na cama agora
ou sentado na casa em que você mora,
olhe rapidamente ao seu redor.

Nada demais, né?

Então agora imagina
você aí recebendo aquele abraço,
aquele beijo na bochecha que aquece o coração,
aquele jeito suave de segurar a sua mão.

Você notou que eu nem falei o nome de quem
mas na hora você já imaginou alguém.
Agora me diz: o quanto pensar nessa pessoa
te fez bem?

Paulinho Rahs