Vou te confessar: os últimos dias foram mais difíceis, deu mais vontade de desistir, bateu um sentimento de confusão. Mas sempre que eu entro nessa vibe, tento me lembrar das razões que me fizeram começar. É fácil a gente se perder no caminho com o passar dos dias. O remédio pra isso é manter o seu “por quê” a vista pra não apagar a chama da sua motivação.

Se eu tiver que escolher entre buscar os meus sonhos ou nunca quebrar a cara, vou sempre sem medo nos sonhos – mesmo que isso traga mil decepções no caminho. A gente só cresce quando erra, fracassa, se ajusta e tenta de novo. No final, vale a pena ter lutado pelo que você acreditou, mesmo que as coisas não saiam exatamente como planejado.

Esses dias eu entrei numa paranoia de ficar me lamentando por não ter começado antes. Comecei a ver quem faz a mesma coisa que eu, muito mais longe, por que eles iniciaram mais cedo. Mas quer saber? Tudo tem o seu tempo. Eu estou onde mereço estar, na hora certa. Nem adiantado e nem atrasado. No final tudo se encaixa. Tudo tem um por que.

Você pode ter certeza de uma coisa: a verdade muitas vezes machuca, mas é o melhor caminho. Muitas vezes na minha vida eu já menti pra proteger, disse que era uma mentira pro bem, uma “mentira boa”. Cara, não adianta. Mentira sempre vai dar ruim. A verdade sempre prevalece, por mais difícil que pareça.

Esses dias eu recebi uma mensagem no Instagram de uma pessoa “amiga” querendo me dar um toque, uma crítica construtiva. E na hora eu saquei: a pessoa tava me botando pra baixo, me diminuindo e disfarçando isso de conselho. Quantas vezes isso acontece com a gente, né? Na boa, pode achar o que quiser de mim. Mas eu não tô mais recebendo crítica construtiva de que nunca construiu nada.

“Eu faço por você mais do que por mim.”
“Você é a coisa mais importante da minha vida.”
Essas frases eu já ouvi algumas vezes. Honestamente, já até disse elas também.
Mas hoje eu enxergo que não dá pra ser bem assim.
Você tem que estar em primeiro lugar na sua vida. Qualquer outra pessoa depois, acredite.
Pra cuidar de alguém ou ajudar de verdade, primeiro você precisa estar em condição pra isso.
Ajude a você. Cuide de você. Depois disso, sim, pensa em quem você ama.

Sabe aquela frase que eles dizem no avião?
“Em caso de emergência máscaras de oxigênio cairão automaticamente.”
E aí a comissária explica: primeiro você coloca a sua máscara e depois pode ajudar quem tiver do seu lado.
Isso vale pra vida. Quem tenta ajudar o outro sem ter condição pra isso, acaba atrapalhando sem querer.
Foque em você estar bem primeiro. Se você não tiver ar, nunca vai conseguir ajudar o outro a respirar.

Paulinho Rahs