Busca

Paulinho Rahs

O Poeta Solitário

mês

novembro 2020

Agora eu encontrei meu caminho

Hoje eu acordei desanimado
querendo jogar tudo alto,
me achando totalmente errado,
pensando em enfiar a cabeça no asfalto.

Por que quando me olhei no espelho
refleti em como estou longe,
mas aí me lembrei de um conselho
que recebi de um velho monge.

“A distância pode ser grande,
você pode estar sozinho,
pode estar mesmo indo devagar,
o que importa é estar no caminho”.

E aí eu me recordei que meses atrás
eu sequer tinha certeza do que eu queria,
lembrei que eu achei estar em paz
mas a verdade é que eu nem sabia.

Continuar lendo “Agora eu encontrei meu caminho”

Sobre erros, passado e mudança

É só quando a gente faz tudo errado e passa por aquela “ressaca” pós excessos que a gente consegue dar valor a estar bem e agindo corretamente. Vez que outra eu erro mesmo. Mas tenho errado cada vez menos.

Continuar lendo “Sobre erros, passado e mudança”

Afirmações diárias

Confie em você. Sua intuição e sabedoria são os seus melhores guias.
Você está recebendo agora abundância de formas esperadas e inesperadas.

Você tem força e habilidade para vencer qualquer desafio que a vida lhe apresentar. O universo conspira ao seu favor e você ser feliz é o objetivo principal da vida. Siga acreditando.

Continuar lendo “Afirmações diárias”

Meu café recém passado me faz lembrar de você

Meu café recém passado me faz lembrar de você. Acabo de me dar por conta disso: eu tomo café todas as manhãs e isso sempre traz a sua imagem na minha mente? Pensei em parar até com a cafeína para ver se te esquecia. O problema é que tudo me lembra você. Minha casa, minhas roupas, as músicas que ouço e até as minhas tatuagens. Me conformei. Vou lembrar de você pra sempre.

Continuar lendo “Meu café recém passado me faz lembrar de você”

Jogue fora a cartilha

Você se sente sufocado.
Você se coloca sob pressão.
Por achar que você é obrigado
a acertar em toda decisão
e ter a jornada resolvida.

Continuar lendo “Jogue fora a cartilha”

Acabou sem nem ter fim

Sonhei contigo essa noite, deu saudade do que a gente não viveu.
Quando acordei me doeu
a alma e o coração.
Doeu por que o tempo passou
e a vida jamais parou
pra gente viver essa paixão.

Continuar lendo “Acabou sem nem ter fim”

Só depende de você

Só depende de você
decidir se vai ou não querer
dar um jeito na sua vida.
Tomar vergonha na cara,
ter uma disciplina rara
pra deixar a realidade mais colorida.

Continuar lendo “Só depende de você”

A tristeza me abraça sem motivos

Tem vezes que me pego triste sem nem saber o motivo. Consegue entender uma coisa dessas? Buscar alguma coisa a mais que nem eu sei direito o que é, querer a aprovação de pessoas que nem fazem parte da minha história. Parece que sempre falta alguma coisa e eu nunca consigo saber direito a razão disso.

Continuar lendo “A tristeza me abraça sem motivos”

Aprendi a gostar da solidão

Eu tenho tentado ser melhor. Nem sempre eu consigo, mas já sou grato por ver evolução. Não quero mais estar certo, só quero chegar mais perto de estar em paz comigo e o mundo.

Continuar lendo “Aprendi a gostar da solidão”

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑