Você ainda vai ser muito feliz, mas primeiro a vida vai te fazer forte.
Lembre-se disso sempre que doer.
Sempre que dar o próximo passo parecer impossível.
Deixa machucar. Vai arder, mas não vai te matar.
E quando cicatrizar, você descobrirá dentro de você uma força que você nem sonhava que poderia existir.

Você vai amar e se decepcionar. Vai achar que o amor não existe e jurar que nunca mais vai cair nessa.
Mas o tempo vai passar e te mostrar que algumas coisas dão errado apenas pra nos deixarem preparados pra certa.
E na hora certa, o amor vai brilhar da forma mais pura pra você.

Você vai cometer erros que nunca imaginou que cometeria. Vai, muitas vezes, ser exatamente tudo aquilo que você criticava. E tá tudo bem. A gente sempre acha que sabe mais do que realmente sabe. Experiência só se adquire com tempo e com escolhas erradas. Não adianta ninguém dar conselho, a gente precisa errar os próprios erros pra trilhar o nosso caminho.

Você vai se aproximar de quem nunca deveria ter se aproximado. Vai também se afastar de quem você nunca vai entender por que ficou distante. Alguns amigos com o tempo vão mudar, talvez até os seus amores mudem também. No fim, a vida é isso mesmo: nada fica do mesmo jeito pra sempre.

Você vai chorar de arder os olhos, vai rir de cansar as bochechas. Você vai odiar e se sentir enganado, vai amar e ver o mundo colorido. Você vai machucar e ser machucado, vai salvar alguém e, eventualmente, vai ser salvo. Tudo na mesma vida, mas em tempos diferentes.
É isso: a experiência de viver vai te levar por extremos e fazer você mudar umas mil vezes ainda. A gente pode até saber quem é hoje, mas nunca sabe quem vai se tornar amanhã.

Paulinho Rahs