Nem tudo é perfeito,
disso eu já sabia.
A gente podia ter funcionado
mas não foi bem como eu queria.

Eu insisti enquanto deu,
pensei que você também insistiria.
Mas quando só um lado puxa a corda
é óbvio que ela arrebentaria.

Arrebentou. Fazer o que?
Seguir em frente é o indicado.
Alguns dias são mais fáceis,
em outros eu quase tenho pirado.

Fora isso, tudo bem.
Eu sigo vagando por esse deserto.
E sobre nós prefiro imaginar
que de algum jeito
deu tudo certo.
Ou no mínimo,
pra essa história virar poesia,
tudo foi exatamente
do jeito que deveria.

Paulinho Rahs