É sempre um desafio.
E eu sigo suando frio
toda vez que preciso falar
É sempre difícil me expressar
e os outros também não me entendem,
as pessoas até se surpreendem
quando consigo me colocar.

Não é nada legal navegar
numa mente que fala pouco.
Observo e absorvo,
vejo até mais que o resto
mas se tem uma coisa que eu detesto
é essa minha insegurança.
É como viver numa dança
e não saber como dançar.
É como ir numa festa
mas numa cadeira se amarrar.
A minha timidez é uma cadeia
e eu não consigo me libertar.

Mas ele não fala? Por acaso ele é mudo?
Por que você não diz nada
e só fica assistindo tudo?
Ser tímido é pagar um preço alto
numa sociedade de extrovertidos,
É querer falar, mas ter receio de ser ouvido.
É silenciar por medo de não fazer sentido.

E assim a vida segue
Será que um dia muda?
Torço pra que sim. Talvez.
Enquanto isso seguimos abraçados:
eu e a timidez.

 

Paulinho Rahs