Um dia lhe perguntarão:
“Qual foi o primeiro amor da sua vida?”.
E você pode ser que não entenda e até responda errado.

Mas quem mais poderia ser?
Ela te deu abrigo antes mesmo de você sequer ser um ser humano.
Te amou mais que tudo sem nem conhecer o teu rosto.
Ela perdoou todas as tuas falhas sem fazer ideia de que tipo de pessoa você se tornaria.
Não importa por onde você ande por esse mundo.
O colo dela sempre vai ser o lugar mais seguro e com o amor mais puro que pode existir.

As mães que dão a luz, as mães que adotam, as mães que criam.
Ser mãe é o ato mais próximo que a vida humana pode chegar do divino.
A mágica de ter um coração batendo dentro do seu corpo
e a plenitude de sentir o afeto mais sincero deste e de todos os mundos.

Ser mãe é ser luz, é sentir a perfeição.
Um dia das mães é pouco. Todos os dias para as mães, seria também.
O mundo é das mães.
Feliz dia das mães.

 

Paulinho Rahs