Pare de pegar tão leve com você.

Você dá conta. Tá na hora de entender.
Talvez tenham feito você acreditar
que é frágil, não nasceu para ganhar
e é melhor se conformar com o que tiver no momento.

Na boa, vive tudo ao seu tempo.
Não se comparando com ninguém.
Só que isso não é desculpa pra também
não se comparar consigo mesmo.

Sua disputa é com quem você era.
Um ano, um mês atrás, ontem.

E nessa, sim, você é obrigado a ganhar.

Tá tudo bem em ir devagar.
Mas na disputa com quem você foi,
assume a ponta.
Se cobre sempre um degrau por dia.
Eu sei que você dá conta.


Paulinho Rahs