Se eu perguntar a você
quais são as pessoas mais importantes da sua vida,
depois de me passar uma lista de nomes
o seu próprio viria em seguida?

Aposto que não.
E isso explica essa ferida
que parece não sarar.

Você que faz tanto pelos outros
tem tirado tempo pra se amar?

Para pra pensar.
Não se sinta tão perdido,
atenda esse meu pedido:

Faça o que você fizer,
se ame do jeito que você é.

Paulinho Rahs