Sempre que uma porta se fecha
a gente desanima.
Levar um não ou perder uma chance
é coisa que nos ensina.
Mas eu sei, não adianta tentar disfarçar.
Se doeu, se pegou pra machucar
a coisa certa a se fazer é sentir.
Não ignore os seus machucados,
pois é só com eles cicatrizados
que você pode voltar a sorrir.

Falar que uma porta fechada
foi o melhor para você
é uma conversa que enche o saco
e já se tornou clichê.
Quando tomamos uma porrada
não nos interessa de nada
nos oferecerem consolo barato.
Não é isso que nos cura.
E algumas frases com doçura
infelizmente não mudam os fatos.

Mas, calma!
Algo posso te afirmar:
toda decepção que vivemos
tem sim, um lado a se destacar.
Isso não é só papinho,
eu conheço esse caminho
e sei do que estou falando.
Já cai centenas de vezes
e passei um bom bocado de meses
só no meu canto, chorando.

Sempre que uma porta se fecha
algo mágico acontece.
Nós, vendo apenas uma direção
não entendemos o que se oferece.
Mas uma porta fechada
representa uma nova estrada
que será preciso percorrer.
Parece que não faz sentido
mas caminhar rumo ao desconhecido
é o melhor que poderia acontecer.

Nunca, repito, nunca
foi pior ter sido assim.
Essa chance que se apagou
acendeu uma luz lá no fim.
Essa porta te levaria
a uma jornada que seria
completamente diferente.
Talvez te parecesse o certo
mas um novo trilho foi aberto
por esse não, lá na frente.

Quem te fechou essa porta
e não deixou nem janela,
mal sabe mas pode ter
te dado uma chance muito bela.
Pra você se reconstruir,
de uma outra forma seguir
e quem sabe crescer mais ainda.
Se agora o golpe foi duro,
o que importa é no futuro:
sua vida sendo mais linda.

Sempre que uma porta se fecha
a gente reclama, sente raiva e rancor.
Só que talvez o correto
seria ter gratidão e amor.
Se essa porta representava um atalho,
ora, volte ao trabalho!
Ainda tem muito a ser feito.
Se essa porta era um meio,
vamos contornar esse bloqueio
com a mesma alegria no peito.

Todo não vira um sim
em outra oportunidade.
Toda decepção, termina assim:
nos guiando para a verdade.

Quem sabe não fosse a sua hora,
quem sabe você ainda não estivesse preparado.
Vai saber se entrar nessa porta agora
não teria simplesmente enterrado,
transformado seus sonhos e expectativas
numa coisa mais nociva
e longe do esperado.
Quem sabe essa porta que parecia tudo
teria, então, contudo
o seu sonho esmagado?

Sempre que uma porta se fecha
e eu vejo alguém reclamando,
tenho vontade de ir lá e dizer:
– Ah, se você soubesse o que está te esperando!

Pra mim, a coisa sempre foi assim:
eu sempre encontrei essa brecha.
Meu peito se dilacerava
como se nele entrasse uma flecha.
Mas depois a vida te surpreende.
A gente agradece, e aí entende.
Anote, saiba de cor:
Seu mundo logo fica melhor
sempre que uma porta se fecha.

Paulinho Rahs