Esse mês acaba aqui.
Passou voando, sobrevivi.
Essa é a minha história em abril:
Quem só chorava, sorriu.
Eu me equilibro, mas não caio.
Agora: foco no mês de maio.

Paulinho Rahs