Sozinho no meu quarto
vou pensando pela madrugada
em tudo que a caminhada
tem trazido para mim.

Tudo deveria ser mesmo assim
ou será que tá tudo errado?
O mundo é injusto comigo
ou eu que só tenho errado?

São tantas perguntas que me sufocam
que o sono parece ter
se perdido por aí
e vai passar mais uma vez
bem longe daqui.

Querer muito mais da vida
é o que geralmente me complica,
são tristezas pequenas que eu levo
que quase ninguém explica.
São cicatrizes profundas
escondidas sob meu olhar.

Que vaga, perdido no ar,
pensando no próximo passo.
Se eu preciso só de um abraço
ou ganhar na mega sena
nem eu sei, pra ser sincero.
Tem dias que muito eu espero,
em outros eu já não quero nada.

Será que só eu me sinto assim
perdido nessa jornada?
Sei lá, só sei que sem dormir
lá se vai outra madrugada.

Paulinho Rahs