Jornalismo de Boteco

Eu nunca deixei de sonhar com intensidade.

Eu nunca deixei de acreditar que posso conseguir o que eu quiser.

Eu nunca deixei minha vontade de desistir ser maior que meu desejo de a desafiar.

Mas mesmo assim andei desanimado, fora de órbita e do meu caminho. Como se tivesse acordado de um sonho profundo, agora tenho a impressão que passei os últimos tempos mais gastando tempo do que aproveitando, mais me desviando do que me encontrando. Foi inevitável me questionar com veemência, colocar o dedo na cara do meu próprio reflexo no espelho e tentar arrancar do peito uma resposta que trouxesse também pra fora essa agonia maldita que me faz me sentir perdido e muito longe de qualquer coisa concreta. Eu realmente passei esse tempo todo tão errado e ainda achando que estive certo? Céus, não sei se é pior saber disso só agora ou se era pior continuar…

Ver o post original 350 mais palavras

Anúncios