Quando eu acordei hoje pela manhã, não consegui segurar as lágrimas. E tenho certeza que foi assim pra todo mundo. A Chapecoense é, pra todos que amam futebol, uma história linda de se acompanhar. Não há quem não simpatize com a Chape. Da Série D à final da Copa Sul Americana em 7 anos. Coisa de videogame. Coisa de herói, de paixão, devoção e união.

O torcedor do Grêmio, do Inter, de qualquer time que tenha perdido pra Chapecoense nunca conseguiu ter raiva deles e esse fenômeno eu ainda não tinha visto. Odiar quem te vence é coisa normal no futebol. Mas com esse time adolescente sempre foi diferente. Não vencer a Chape é como sofrer uma peripécia do seu irmão mais novo. Você não consegue ter ódio dele. Você vibra com seu crescimento. A Chape é apaixonante.
O nosso irmão caçula estava dando orgulho pra família. Quem não queria ver o oeste catarinense ganhando essa copa?

Quem mais conseguiu a simpatia de todas as torcidas do Brasil? O Corinthiano, o Flamenguista, o Gremista, o Atleticano, o Colorado… Me diz um outro time que tenha sido admirado por todos eles!?
Por isso que hoje nossa família toda está de luto. Não só a família dos fãs de futebol.
Nós todos, humanos, somos irmãos.

E hoje choramos pelo nosso irmão caçula.
#ForçaChape 💚

 

Paulinho Rahs

Me siga nas redes: Instagram | Facebook | Snapchat: @PaulinhoRahs

Anúncios