Um dia vai chegar a minha vez
isso eu garanto pra vocês.
Enquanto vejo outros celebrando,
comemorando uma grande conquista,
eu sigo trabalhando.
Sem perder de vista
a linha de chegada.
E principalmente: tomando o cuidado
pra não perder o foco por nada.

Acaba sendo muito perigoso
o risco de no meio do caminho
se tornar alguém invejoso.
Pra longe de mim isso aí.
Eu quero vibrar por ti, por ele
por cada um que conseguir.
E também quero simplesmente seguir
trabalhando com paciência.
Sem jamais perder a essência
e a minha sensatez.
Um dia vai chegar a minha vez
isso eu garanto pra vocês.

Eu sei que vou chegar lá
e o motivo pra isso é o seguinte:
todos os dias tenho aprendido,
falado menos, sido mais ouvinte.

Todos os dias também
me preocupo somente com o meu próprio caminho.
Sem ficar olhando pro lado,
sem ficar cuidando das batalhas do vizinho.

Se existe uma receita
pra uma jornada bem feita
acredito que seja por aí.

Foco no seu trabalho,
sem tentar pegar atalho
e nem pensar em desistir.

É que quem gasta energia
pensando nas conquistas de alguém
não vê que buscar os seus próprios sonhos
não é responsabilidade de mais ninguém.

Se responsabilizar
pelo o que se está buscando
é conseguir trocar o “acho que um dia vai dar”
pelo “eu sei que já está dando!”

Pensa em fazer o seu,
eu busco fazer o meu
e assim cada um sabe o que fez.

Sem ninguém querer derrubar,
muito você ainda vai conquistar
E um dia vai chegar a minha vez
isso eu garanto pra vocês.

Quem vive pelo ideal que acredita
tenta todo dia e não se cansa.
Eu realmente sonho bem alto
mas sei que a minha fé alcança.

O caminho é demorado,
às vezes parece que não estou saindo do lugar.
Mas sempre que essa sensação me pega
lembro de para trás olhar.

Vejo tudo que caminhei,
vejo que muito longe eu cheguei
comparado com de onde eu saí.

A escada pode ser gigante,
só que eu lembro que o mais importante
são os pequenos degraus que eu já subi.

Hoje em dia é assim
abrir a rede social e sempre ver alguém celebrando.
O perigo é cair na bobagem
de achar que só a gente não tá conquistando.

Por isso um constante lembrete
que uso de capacete
pra cabeça não machucar,

é cuidar dos meus próprios passos
sem pensar que sou um fracasso:
penso em todo dia um novo passo em frente andar.

Um dia vai chegar a minha vez
e eu sei que vai ser lindo.
E essa crença me sustenta a caminhada
e me faz estar assim, sempre sorrindo.

Não sei quanto tempo ainda
tenho de chão pela frente.
O que eu sei é que poder buscar o meu sonho
Já é um grande presente.

A gente fica ansioso
quer chegar logo, fica nervoso
e esquece de apreciar.

O mais gostoso da caminhada
é criar algo grande do nada:
ir é mais importante do que chegar.

Tudo está em movimento
e nada é sempre igual.
Estabilidade não existe
e cair é mais que normal.

Por isso eu sigo sereno
dando passinhos pequenos
e pra minha grande conquista,
vou esperando a minha vez.
Um dia ela vai chegar.
Isso eu garanto pra vocês.

Paulinho Rahs