Eu quero te ver feliz.

Mesmo que não tenha dado certo.
Mesmo que você tenha outra pessoa por perto
e eu precise ficar longe.

Eu quero te ver feliz.

O tempo passa e o sentimento não muda.
Às vezes acordo no meio da noite com vontade de pedir ajuda,
de gritar e de fugir pra algum lugar bem longe.
Encharco o lençol de suor em um sonho com você.
Eu não consigo chamar de pesadelo, pois é a única maneira de te ver.
Só que isso acontece tantas vezes e eu já não sei mais o que fazer.

Sim, eu quero te ver feliz.

Mesmo achando que quem está contigo não te faz tão bem quanto você merece.
Todo dia eu te coloco nas minhas preces,
desejando só o bem.
Eu sei que errei também.
Sei que poderia ter feito mais.
Mas agora o que se faz?
Sigo vivendo nessa agonia.
Caramba, eu penso em você quase todo dia.
E quanto tempo já passou?
Será que você me amou tanto quanto eu amei?
A resposta eu não sei. Mas essa nem me importa agora.
Me importaria saber, nessa hora, se você ainda ama.
Pois na minha cabeça a porta não está fechada,
ela tá somente encostada e eu sigo buscando uma fresta.
O que será que me resta?

Claro, eu quero te ver feliz.

Sei que a nossa história acabou.
Mas será que aquele foi mesmo o final?
Pensar nisso me deixa mal,
acabado, destruído.
Vivo me perguntando como teria sido
se a gente não tivesse decidido terminar.
O que eu tenho certeza é que não vai curar.
Tenho consciência de que eu já te fiz mal.
Sei que você sabe que me machucou da mesma maneira.
Mas hoje não importa o que eu queira,
meu coração não consegue te esquecer.
Parece que ele nunca vai bater
por ninguém como bate por ti.
e eu me pergunto aqui:
será que um dia a gente vai voltar?

É oficial: desisti de te superar.
Já coloquei na minha cabeça que não vai adiantar.
Durante um tempo te esquecer foi tudo que eu mais quis.
Mas hoje eu só quero te ver feliz.

Paulinho Rahs