Esses dias eu pisei na bola,
não sabia o que ia acontecer.
Mas aprendi uma lição valiosa
sobre o medo de perder.

Não espere estar de frente a ele
pra valorizar o que você foi capaz de ter.
Valor se dá diariamente,
um “eu te amo”, um “obrigado”,
ou até mesmo um presente.

A gente sempre espera
uma data especial
ou quando faz algo de mal
pra tentar se redimir
lembrando de agradecer.
Não espere essas coisas pra fazer
o que dá pra fazer de forma inesperada.

Eu sei, a rotina e a nossa jornada
costumam não deixar tempo.
Mas como é que a gente arranja ele
quando se vê de frente ao irreversível?

Veja, pra ser um amigo incrível
ou um companheiro acima da média
não precisa esperar perder a rédea
pra desfazer a bobagem.

Basta lembrar de mandar uma mensagem
no meio de um dia qualquer.
Bastam os gestos pequenos,
é o suficiente fazer o que der.

Mas, veja: não quando se espera.
As pequenas surpresas,
uma atitude sincera.
Esse tipo de comportamento
é quando a gente supera
qualquer que seja a expectativa.

É quando a gente cativa.
Sendo uma pessoa criativa,
que faz bem a quem está ao seu redor.
Você não precisa ser o melhor.
Mas seja o melhor que você puder entregar.
Todos dias, assim,
você vai voltar a conquistar
e relembrar os motivos
que fizeram aquela pessoa te amar.



Paulinho Rahs