Busca

Paulinho Rahs

O Poeta Solitário

mês

abril 2020

O Whindersson e a Luísa

Quando a gente vê, é melhor terminar.
Nem tudo é perfeito, nem tudo é pra sempre.
O final vem e não avisa.
Dessa vez o Brasil fala
do Whindersson e a Luisa.

Deu errado? Claro que não.
Isso a gente enxerga
na própria declaração.
Com lucidez eles explicaram
que as coisas acabaram
sem precisar chegar ao esgotamento.
A gente vive de momento
e pra eles isso foi o necessário. Continuar lendo “O Whindersson e a Luísa”

A tua melhor versão

Me olhei no espelho
e não acreditei.
Na real até odiei,
não quis mesmo acreditar.
Um ano ou cinco se passaram,
os sonhos se desgastaram,
as chances se desperdiçaram
e minhas preocupações dispararam. Continuar lendo “A tua melhor versão”

Cansei de correr atrás

Na boa, pra mim chega!
De ser trouxa tô legal.
É hora do ponto final. Continuar lendo “Cansei de correr atrás”

Eu mudei mesmo

Dizem por aí que eu mudei,
que eu não sou mais aquela mesma pessoa.
Tem gente que nem perdoa
ou aceita a minha mudança.
Tem gente que parece criança
fazendo birra com a maturidade. Continuar lendo “Eu mudei mesmo”

Tudo um dia volta

Não sei no que você acredita
mas, francamente, pouco importa.
Desculpe não me fazer de “mosca morta”,
é que agora o papo é sério.
Não sou de fazer mistério,
gosto de ir direto ao assunto,
por isso só te pergunto:
você está consciente dos seus atos? Continuar lendo “Tudo um dia volta”

Se o seu dia também estiver estranho

Se o seu dia também estiver estranho
saiba que não é só aí.
Essa noite até para dormir
tudo estava um pouco fora,
como se o momento que vivemos agora
fosse decisivo no nosso planeta. Continuar lendo “Se o seu dia também estiver estranho”

Um brinde às chances perdidas

Leia ao som de Mind Over Matter – Young The Giant

Um brinde às chances perdidas
e a todas as vezes em que deixamos
passar o cavalo encilhado.
Um brinde ao aprendizado
com as derrotas que vieram,
e também ao nosso passado
e os erros que aqui nos trouxeram. Continuar lendo “Um brinde às chances perdidas”

Apenas segure firme

Leia ao som de Sun – Two Door Cinema Club

Apenas segure firme.

Eu imagino que deve estar difícil,
e também acredito que eu não sei
o que é sentir o que você sente.
Mas vim aqui te dizer que
pode ser diferente,
o seu problema do meu,
mesmo assim te estendo a mão
pra sairmos juntos dessa. Continuar lendo “Apenas segure firme”

A influência de todos nós

Toma cuidado!
Com o que você escuta,
com o que você fala.
Pois aquilo que te abala
ou que coloca alguém pra baixo
se manifesta nas palavras mais pequenas.
As frases ditas sem intenção
são as que depois deixam a mente cheia de invenção.
Falando sem pensar, sem cuidar aonde estamos pisando
é quando vamos sem querer acabar influenciando. Continuar lendo “A influência de todos nós”

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑