Busca

Paulinho Rahs

O Poeta Solitário

mês

março 2020

TENTA!

Tenta. Tenta de novo.
Tenta mais uma vez.
Te atira, te reinventa.
Perde o medo, sai da marcha lenta.
O que tu fizer, não importa.
Mas por favor, não te corta.
Não te sabota.
Auto sabotagem é a maior sacanagem,
seja melhor com você mesmo.

Continuar lendo “TENTA!”

A vida é sempre agora

A gente se decepciona.

Mais do que queria, muito mais do que imaginava.
Quando você planejava a sua vida anos atrás,
era no lugar que está hoje que pretendia estar?
Ou você simplesmente se deixou levar
pela onda da rotina e viveu no automático?
Não quero ser pragmático
e resumir tudo como uma obra do acaso.
Mas todo esse atraso que você vive agora
não seria culpa daquela hora em que
abriste mão do controle, se acomodou na poltrona
e deixou a sorte ser dona do que seria seu destino?
Continuar lendo “A vida é sempre agora”

Um passo de cada vez

Vamos lá, começar de novo.

Que eu sou capaz de recomeçar eu já sei.
Tô querendo é provar pra mim mesmo
que sou capaz de continuar.
Que eu sou capaz de ir até o final,
descobrir o que rola depois de amanhã,
parar de ver o hoje como uma barreira
e mesmo que essa vez seja a primeira,
quero poder dizer que o que me propus a fazer, terminei. Continuar lendo “Um passo de cada vez”

Essa tal de ansiedade

Eu sei, a expectativa é grande
comigo também é assim.
Parece que nunca chega,
parece que não tem fim,
tem horas que eu acho que vou me afogar,
que isso tudo vai me sufocar.
Tô sempre nadando num mar de ansiedade
cheio de violentas ondas de saudade,
pra completar uma chuva de auto-sabotagem
e a minha mente navega nesse cenário
em um barquinho feito de papel
sem ter onde atracar, ao léu.
É puro desespero e eu rezo só que ligeiro
alguma solução caia do céu. Continuar lendo “Essa tal de ansiedade”

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑